Posts Tagged ‘Mulgarath

04
dez
09

Fantasia com algo mais

Fantasia com algo mais
Em “As Crônicas de Spiderwick”, o diretor Mark Waters consegue driblar as fórmulas de produções infanto-juvenis ao investir na densidade de um drama familiar
Bruno Segadilha, de Los Angeles
25/07/2008 – 23:19 – Atualizado em 25/05/2009 – 00:05

DOIS EM UM
Freddie Highmore vive os gêmeos Jared e Simon, que lutam contra Mulgarath (Nick Nolte, de costas)

A exemplo das séries Harry Potter e As Crônicas de Nárnia, chega ao Brasil mais um filme surgido da literatura infantil. A bola da vez é As Crônicas de Spiderwic, baseado na série homônima de livros de Tony DiTerlizzi e Holly Black. O longa traz o astro mirim Freddie Highmore (o Charlie de A Fantástica Fábrica de Chocolate) no papel dos gêmeos Jared e Simon, garotos que mudam para uma casa no meio do nada após a separação dos pais. Um deles descobre um livro de magia, recita versos proibidos e liberta perigosas criaturas invisíveis. Lideradas por Mulgarath (Nick Nolte), ser supremo do mal, as criaturas tentam invadir a casa em busca da tal obra.

Mais do mesmo? Sim. Seres fantásticos e florestas misteriosas são uma fórmula fácil do cinema infantil americano. No entanto, o diretor Mark Waters consegue driblar o estereótipo ao mergulhar nos conflitos infanto-juvenis e na tensão familiar. Para os garotos Jared e Simon, o verdadeiro terror não está nos duendes malvados, mas no desprezo do pai e na descrença da mãe em relação aos demônios. A irmã mais velha se esforça para aceitar as privações da nova rotina e dá apoio à mãe, a chefe de família deprimida depois da separação.

Essa leitura dramática funciona, em grande parte, graças à atuação de Highmore, que, apesar de seus 16 anos, ainda lembra o garotinho órfão de Em Busca da Terra do Nunca. E ele quase não entrou no filme. O diretor pretendia, a princípio, escalar gêmeos reais. “Seria uma dor de cabeça maior perder tempo atrás de gêmeos que simplesmente contar com o talento de Highmore”, diz Waters na rodada de entrevistas para divulgar o filme. “Sabia que estavam atrás de atores gêmeos, mas fiz o teste”, afirma Highmore. “Deu certo.”

Os fãs da série podem estranhar algumas mudanças em relação à trama original. Mas o diretor diz que os próprios autores deram carta branca para as alterações. “Eles falaram para eu mudar o que fosse preciso para fazer um bom filme”, diz Waters. Ele afirma que seu objetivo era mostrar uma história que unisse pais e filhos. Pelo menos em sua casa, não conseguiu. “Meus filhos viram o filme tantas vezes durante a edição que não queriam ir à estréia comigo!”

3 perguntas para Nick Nolte
O ator conta como foi viver o ancião do mal na fantasia infantil

Mulgarath é um personagem incomum em sua carreira. O que o levou a aceitar o papel?

Eu conhecia o trabalho das pessoas que estavam envolvidas no projeto. Confiava nelas. Também achava interessante estar em uma espécie de Harry Potter americano. Fiquei impressionado com o talento dos autores.

E foi divertido, afinal?

Muito, o Mulgarath tem 995 anos, tive de fazer aquela voz horrorosa, usar toda aquela maquiagem, senão seria apenas o Nick Nolte em um piquenique… Ou você acha que eu não precisava de maquiagem para fazer o ancião?

Você ainda tem o mesmo prazer de estar em um set de filmagem que tinha no começo da carreira?

Tenho. Mas não levo minha carreira como uma obsessão. Se pegar um personagem que não goste de fazer, saio fora. A pior coisa é fazer um papel só pelo dinheiro. Isso é a real desilusão.

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI60877-15220,00-FANTASIA+COM+ALGO+MAIS.html

04
dez
09

‘As Crônicas de Spiderwick’ combina drama familiar e magia

‘As Crônicas de Spiderwick’ combina drama familiar e magia

Seguindo os passos de ‘As Crônicas de Nárnia’ e a ‘A Bússola de Ouro’, filme estréia nesta sexta em SP

Alysson Oliveira, da Reuters – REUTERS

quinta-feira, 20 de março de 2008, 14:18 | Online

Divulgação

Cena de ‘As Crônicas de Spiderwick’

SÃO PAULO – A magia anda em destaque no cinema. Depois que séries como Harry Potter e O Senhor dos Anéis faturaram alto, uma avalanche de filmes do gênero vem sendo descarregada nas salas quase mensalmente. Agora, é a vez de As Crônicas de Spiderwick, que estréia em cópias dubladas e legendadas nesta sexta-feira, 21, seguindo os passos de As Crônicas de Nárnia e a A Bússola de Ouro.

Os irmãos Helen (Sarah Bolger, de Terra dos Sonhos) e os gêmeos Simon e Jared (interpretados por Freddie Highmore, de Em Busca da Terra do Nunca) não estão nada contentes de terem que abandonar Nova York e mudar-se para uma antiga casa de campo com a mãe (Mary-Louise Parker, de Dragão Vermelho), que está se divorciando.

Helen é a mais velha. Por isso, sente-se mais responsável por Simon, que é estudioso, e Jared, o rebelde. Este é quem mais sente a falta do pai, acreditando que ele virá ao seu encontro. Mas nem tudo sai como ele planejou. Enquanto espera, descobre um livro antigo, que tem na capa o aviso para não o abrir. A proibição é tudo o que ele queria para se divertir.

Jared começa a ler o livro e coisas estranhas acontecem. As anotações foram feitas por Spiderwick (David Strathairn, de Boa Noite e Boa Sorte), que pesquisou sobre o mundo mágico de fadas, duendes e outras criaturas há quase um século. O autor desapareceu sem deixar pistas e sua filha, Lucinda Spiderwick (Joan Plowright, de Os 101 Dálmatas), agora uma senhora de mais de 80 anos, está internada num hospício.

Uma série de acontecimentos estranhos, envolvendo goblins (uma espécie de duendes malvados) e ogros colocam Jared no centro da ação. Quem explica ao garoto o que está acontecendo é Tibério, uma criatura chamada de ‘brownie’ (um duende caseiro) que some e aparece quando quer e vira um miniogro quando está enfezado.

Criaturas do mal estão atrás do livro e são governadas por Mulgarath (Nick Nolte, de Paris, Te Amo). Para conseguir defender sua casa e a família, o menino precisará convencer os irmãos Simon e Helen de que as criaturas encantadas existem e são perigosas. Afinal, não é preciso muito esforço para isso, por causa das inúmeras travessuras dos seres mágicos.

Existe uma forma de parar o ataque dos goblins, mas as crianças não sabem como. Para descobri-la, eles vão atrás de Lucinda, que guarda um segredo e pode explicar porque os goblins querem tanto o livro.

Dirigido por Mark Waters (Meninas Malvadas), As Crônicas de Spiderwick baseia-se numa série de livros infanto-juvenis de Holly Black e Tony DiTerlizzi.

O filme combina drama familiar com fantasia – os seres mágicos acabam sendo uma forma de escapismo para as crianças sob a pressão da separação dos pais – mas não consegue manter o ritmo o tempo todo.

A combinação de uma fotografia naturalista com o mundo da magia é uma boa sacada do diretor. Mas nem isso sobrevive ao excesso de efeitos especiais e ação que dominam a meia hora final do filme.

http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,as-cronicas-de-spiderwick-combina-drama-familiar-e-magia,143496,0.htm

04
dez
09

As Crônicas de SpiderWick – A Ira de Mulgarath

A série que encantou crianças de todo o mundo, que ganhou uma adaptação para o cinema e esteve presente entre os livros mais vendidos de veículos com grande credibilidade no mundo, como The New York Times, chega ao fim neste volume.

Esta última aventuras da família Grace inicia-se com as crianças voltando para casa, após conseguirem escapar dos anões. Eles estavam exaustos e Jared a cada vez que fecha os olhos só via a cena dos goblins, centenas deles, sob a liderança de Mulgarath, atacando os anões.

Ao chegarem ao portão da residência em que moravam se assustaram ao ver que estava uma bagunça, tudo estava destruído. Notaram que Byron estava voando sob a casa tentando atacar um goblin que estava no telhado. Como se tivesse sido atingida por um jato de água fria, Mallory recupera as forças e parte com tudo para dentro de casa gritando pela mãe. Os gêmeos, ao perceber a encrenca em que eles se meteram e também a sua mãe, correram atrás da irmã.

Dentro de casa viram Tibério com uma aparência péssima, todo coberto de arranhões, dizendo que tudo havia sido culpa dele, pois a magia dele não fora forte o suficiente para deter os goblins e o ogro. O gnomo conta que os goblins amarraram a mãe das crianças e a levaram com eles. Mas ele não fazia idéia de onde eles poderiam estar.

As crianças se dão conta de que eles viram a mãe deles, mas não sabiam que era ela, quando viram Mulgarath se encontrando com o rei dos anões. Pois havia uma pessoa amarrada e encapuzada. Lembram-se que havia um goblin no telhado e eles precisavam pegá-lo antes que Byron o devorasse. Juntos, os Grace subiram as escadas do sótão e do alto ouviram os ruídos. Eles viram que Byron havia encurralado o goblin, que na verdade era Gritalhão. Ao ver as crianças, Gritalhão pede ajuda aos meninos, o que faz com que Jared caísse na risada ao ver que o animal tentava se defender do grifo com um estilingue.

Gritalhão diz que sabe onde fica o esconderijo de Mulgarath e promete levar eles lá. Conta que o ogro construiu um palácio de lixo que é protegido por seu exército de goblins e outras criaturas como os dragões. Aconselha aos meninos não agirem como bobos, pois não dava para entrar no lugar, pois era muito bem protegido.

O Guia de Arthur fazia referência aos dragões, mas o próprio autor nunca havia visto um, apenas ouvira relatos e as histórias eram assustadoras. Eram descritos como seres com dentes afiados, com baba venenosa e tinham tentáculos que pareciam chicotes.

Jared decide ir sozinho falar com os elfos, para pedir ajuda, pois ele precisava falar com Arthur. Ele era o único que podia ajudá-los. A elfa de olhos verdes encontra-se com ele e conta que sua mãe foi levada por Mulgarath, para provar que ele esteve o tempo todo falando a verdade no primeiro encontro e que não estava com o livro, Tibério aparece para a elfa e confirma o que o garoto havia dito.

A elfa promete ajudá-lo se o garoto der a sua palavra de que quando ele possuir o livro de novo entregará para os elfos para que eles possam destruí-lo. Ele concorda então Arthur aparece de dentro das árvores. Jared se apresenta como sobrinho dele e Arthur não acredita. Spiderwick acreditava que havia passado pouquíssimo tempo desde que ele não conseguira mais regressar para casa. Jared então diz a ele que passaram-se 70 anos e que hoje, a sua filha, Lucinda, era uma senhora idosa. Arthur acha aquilo tudo um absurdo e mais uma vez Tibério precisa interferir na discussão e aconselha Arthur a ouvir o garoto. Mas o tataratio das crianças não tinha muito o que dizer de útil, para que pudesse ajudá-los. Apenas alertou Jared que os ogros são criaturas muito poderosas que dominavam com maestria a arte de mudar de forma, inteligentes, astutos, muito cruéis e que nem mesmo os elfos sabiam como detê-lo.

Para surpresa do garoto, o seu irmão gêmeo e a sua irmã apareceram montados em Byron. Simon conta que tem um plano e eles partem para o castelo de Mulgareth para pôr o plano em prática.

Na porta do castelo surge Gritalhão empurrando Jared e Mallory amarrados e dizendo aos goblins que havia capturado as crianças. Eles lutam com os goblins e conseguem adentrar o castelo. Lá encontram Richard amarrado e pendurado por uma corda. As crianças correm ao seu encontro e perguntam o que o pai estava fazendo ali. Desamarram eles e o suposto Richard conta que chegou lá após conversar com a mãe deles e ela ter contado que estava preocupada com as crianças. Jared desconfia da história do pai e ao olhar para o fundo dos olhos dele notou que eles estavam amarelados e Richard foi mudando de corpo e de forma, transformando-se no ogro Mulgareth, que rapidamente pegou os seus irmãos e os fez de reféns.

Do outro lado do cômodo, Jared ouviu um gemido e viu sua mãe acordando. Ele pede que a mãe incentive ao irmãos a correrem. Eles lutam com o malévolo vilão e conseguem destruí-lo.

Quando voltaram para casa, arrumaram toda a bagunça e rapidamente Helen providenciou levar Lucinda de volta para casa e Jared notou que a tia estava bem diferente da última vez que a vira. A família Grace e Lucinda viram uma folha entrar pela janela e havia uma mensagem escrita nela. Dizia que eles deveriam se encontrar com quem enviou a folha e não deveriam esquecer o Guia.

No local combinado eles se encontraram com os elfos que Arthur apareceu também. Ao ver a filha, Arthur perdeu o ar e pede perdão por tudo que aconteceu. Diz que sempre a amou e sempre quis voltar para casa, mas agora ele não podia mais abandonar o mundo das fadas, pois senão viraria pó, afinal havia 70 anos dado como desaparecido. Com essa revelação, Lúcia e os sobrinhos voltam para casa e Jared pensou que tudo estava apenas começando de novo, afinal ele teria muitos desenhos ainda para fazer.

A versão que foi adaptada para o cinema é um pouco diferente do que é narrado no livro, principalmente o final. O encerramento da história no livro é mais triste e ao mesmo tempo esperançoso. O final do filme é mais mágico e feliz. Gosto de histórias para crianças porque nelas tudo pode acontecer e a magia impera, independente de algo ser logicamente possível ou impossível. Por isso, quem também pensa e se sente assim não deixará de gostar de “As Crônicas de Spiderwick”.

03
dez
09

As Crônicas de Spiderwick – A Árvore de Ferro

“A Árvore de Ferro” é o quarto livro da série “As Crônicas de Spiderwick”. As coisas andavam misteriosas, calmas e tranquilas, já que havia semanas que não acontecia nenhuma confusão com os seres fantásticos. E até mesmo Tibério andava quieto.

A família Grace estava no carro indo para o colégio em que eles estudavam pois Mallory teria a sua primeira competição de esgrima na nova escola. Este é um momento divertido e descontraído entre a família. Pois os gêmeos tiram sarro da irmã por ela estar usando sutiã. Até mesmo Helen, a mãe das crianças resolve colaborar para deixar a filha envergonhada e sem graça ao perguntar a ela quem era o garoto com quem Mallory estava conversando depois da aula. O que foi o suficiente para os irmãos encherem o saco da irmã dizendo que ela estava aos beijos com Chris, o líder do time de esgrima.

As competições estavam acontecendo e quando Mallory se preparava para a sua segunda luta, na arquibancada Jared nota que havia uma garota mexendo nas coisas da sua irmã. Ele fica curioso e furioso por alguém estar futucando nas coisas de Mallory, afinal ela podia estar tentando sabotá-la e todo mundo parecia não estar notando nada de estranho. Ele levantou e foi conferir, mas foi barrado pelo técnico. Jared alega que havia uma garota mexendo nas coisas de sua irmã, mas quando o treinador virou para conferir, não havia ninguém.

Confuso e envergonhado ele decide voltar para a arquibancada, mas mudou de ideia e resolveu ir ao banheiro. No momento em que se virou viu a figura de seu irmão mexendo nas coisas de Mallory, mas ele viu Simon sentado na arquibancada, o que significava que não podia ser ele a mexer nas coisas da irmã. Quando chegou ao corredor da escola deparou-se com um garoto igual a ele, para seu grande susto. Imediatamente o garoto perguntou quem era o falso Jared e o que ele queria, então quase que por reflexo pegou um canivete que tinha no bolso e segurou firme, pois sabia que os seres mágicos não gostavam o metal. Porém, para falta de sorte do menino, a vice-diretora passava pelo corredor bem naquele momento e entendeu de forma errada toda a situação. Correu em direção a Jared e lhe tomou o canivete que caiu no chão, enquanto o falso Jared saia correndo, soluçando de um jeito que parecia uma gargalhada.

Jared acabou sendo levado para a sala da diretora, juntamente com a sua mãe e o irmão gêmeo. Quando Helen saiu da sala parecia exausta e não quis conversar com o filho sobre o que tinha acabado de acontecer. Pede que ele e Simon chamem a irmã, pois ela só queria ir para casa. Os meninos a obedecem e saem para procurar Mallory, mas não a encontram em lugar nenhum. Perguntam para as pessoas que estavam presentes na competição de esgrima e ninguém a vira. Uma garota comentou que a viu no banheiro chorando. Os irmãos acharam aquilo bem estranho e procuram por ela onde a garota havia indicado, também não a encontrando. E concluíram que não deveria ter sido a Mallory verdadeira e foram procurar ela fora da escola. Mas acharam apenas a medalha de campeã da competição de esgrima da garota e uma pedra onde estava escrita a palavra: “troca”.

Decidem voltar para a escola para ver se a menina não havia aparecido e estava ao lado da mãe. Mas na verdade encontraram Helen sozinha, de costas para eles, falando ao celular com o pai deles. Helen dizia a Richard que Simon e Mallory protegem Jared e que ela sabia que eles estavam escondendo algo dela, pois sempre que ela aparecia em um cômodo da casa em que eles estavam, eles mudavam de assuntou ou se calavam. Então começa a chorar e diz que Jared talvez tivesse que passar um tempo com ele. O garoto, ao ouvir isso, sentiu um vazio.

Os Grace quando estavam indo para a escola, no caminho notaram uma mina antiga onde diziam que os anões trabalharam. Como não ficava muito longe da escola, eles decidem ir até a antiga mina para verificar se Mallory poderia estar lá. Levaram um livro de matemática avançada e enrolaram em um pano para fingir que era o Guia, já que acreditam que a irmã foi seqüestrada e precisaram utilizar o Guia como manobra de troca.

Ao chegarem na mina, começam a descer e encontram um enigma. Desvendam o mistério e caem em uma rede de metal. Em seguida notaram a presença de anões e eles anunciaram que os meninos eram prisioneiros. Jared anuncia que eles foram procurar a irmã deles e os anões informam que Korting, o rei dos anões, avisou a eles que os meninos iriam e ele estava muito ansioso para conhecê-los. Os gêmeos sabiam que os anões gostavam de trabalhar com anões e, com isso, o canivete que eles tinham como arma, não serviriam para que eles pudessem se defender.

Korting, ao verem os meninos, comenta que Mulgarath havia dito a ele que os meninos apareceriam. Mas os meninos só queriam saber onde estava Mallory. O rei dos anões ordena que os seus súditos levasse a menina até aos irmãos.

Mallory estava dentro de uma caixa que parecia um caixão. Os meninos ficam desesperados e queriam saber o que eles fizeram com a menina. Os anões explicam que enquanto ela viver dentro da caixa, seria sempre jovem, bela. E foram da caixa ela envelheceria, se deterioraria e acabaria morrendo, como todos os mortais. Korting anuncia que em breve Mulgarath dominaria o mundo e, os anões, como leais servos, estariam ao lado dele.

Os gêmeos propõe trocar Mallory pelo Guia de Campo de Arthur Spiderwick. Os anões aceitam, mas nem olham o livro e acabam enganando as crianças, dizendo que prometeram trocar a irmã deles pelo livro, não deixar eles em liberdade e aprisionam os três. Os gêmeos conseguem enganar um dos anões e fogem, acordam Mallory e ao serem perseguidos e encontrados pelos cachorros mecânicos, pensaram que estaria tudo acabado para eles. Mas Simon que sempre teve afinidade com os animais, brinca com os cachorros mecânicos jogando pedras para eles buscarem.

Quando saíram da mina, viram, de longe, uma pessoa sendo levada pelos goblins, mas não conseguiram ver quem era porque estava com um capuz. Junto com os goblins estava Mulgarath. O rei dos anões estava com outros da sua mesma espécie e entregou para o ogro o falso livro de Spiderwick. Mulgarath ao ver o livro falso anuncia ao anão que ele fora enganado, então os goblins atacaram os anões e os garotos foram embora ouvindo os gritos dos que estavam sendo atacados.

No caminho de casa, Mallory diz que eles precisavam contar para a mãe o que estava havendo, mesmo Jared dizendo que ela não iria acreditar. Assim termina o quarto e penúltimo livro da série. O que será que vai acontecer? Afinal Mulgarath anunciou para o rei dos anões que ele tinha o Guia.




Melissa Rocha

Jornalista apaixonada por cachorros e literatura, principalmente o gênero infanto-juvenil. Torcedora (e sofredora) do Palmeiras e Bahia. Fã de Drew Barrymore, Dakota Fanning, Anthony Kiedis e Red Hot Chili Peppers, All Star e Havaianas.

Blog Stats

  • 1.527.573 hits

No Twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
agosto 2018
S T Q Q S S D
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Páginas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 75 outros seguidores

Mais Avaliados