Archive for the 'Literatura' Category

02
jan
11

“Universo Literário” desde a sua criação

Achei muito interessante o que a minha blogueira favorita, San – http://www.apenasumavez.wordpress.com fez com o blog dela, sobre as estatísticas de 2010.

Como meu blog está abandonado, coitado, resolvi postar algo parecido apenas para manter atualizado, pelo menos por alguns dias.

Não sei utilizar a ferramenta como ela fez, mas pelo menos se tem uma ideia de como o blog foi visitado nos anos anteriores. Uma quantidade muito satisfatória de visitas, e espero poder me dedicar a ele por agora, como costumava fazer.

Para todos os que curtem esses espaço, um muito obrigada pelas visitas e comentários, por me incentivar a continuar com as dicas de livros, trazendo matérias jornalísticas e de críticos sempre com algo relacionado a literatura infanto-juvenil e adaptações para o cinema.

 

Meses e Anos

jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez Total
2007 438 974 293 1.705
2008 695 1.356 2.262 4.787 5.577 5.976 5.433 8.786 9.237 9.927 9.026 6.058 69.120
2009 6.931 10.745 13.914 11.107 12.457 9.014 6.945 10.741 9.788 8.637 9.037 9.159 118.475
2010 9.260 11.966 16.430 17.583 22.863 21.712 26.888 34.283 31.486 27.804 30.959 20.779 272.013
2011 1.079 1.079

Média por Dia

jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez Com tudo
2007 22 32 9 21
2008 22 47 73 160 180 199 175 283 308 320 301 195 189
2009 224 384 449 370 402 300 224 346 326 279 301 295 325
2010 299 427 530 586 738 724 867 1.106 1.050 897 1.032 670 745
2011 502 502

Sendo o dia mais visitado:

E o top posts

E vamos que vamos, tentando fazer de 2011 um ano de mais e mais leituras!

Um Feliz Ano Novo para todos os que participam e contribuem para fazer de minha vida na internet ainda mais colorida e alegre.

Meu obrigada mais especial para Sandra, pelas ideias sempre bacanas, comentários muito interessantes e dicas bem preciosas.

18
nov
10

Desafio Literário 2011

Tudo que é relacionado à literatura é muito bem vindo! Um desafio como este então, é um deleite para os fãs de um bom livro.

Vi o desafio no blog da querida Sandra – http://www.apenasumavez.wordpress.com e me empolguei. Como uma grande incentivadora à leitura e a tudo que seja relacionado a cultura, eu só poderia pedir autorização a ela para poder lançar no meu blog também.

Então vamos às explicações, afinal eu não sabia que este desafio já estava na sua segunda edição. Trecho retirado do blog de Sandra: “E então, eis que descubro o ótimo site Desafio Literário (www.desafioliterariobyrg.blogspot.com ) e conheço a proposta: em sua 2ª edição, o desafio é ler o mínimo de 12 livros ao longo do ano. Abracei a ideia e espero conseguir alcançar de fato esse número e ir além, mas considerando a correria do dia a dia, trabalho, estudos e tantas outras coisas, considero chegar a essa marca como um feito satisfatório. E mais que ler um livro por mês, é interessante que os temas e gêneros variem conforme o período, uma ótima oportunidade de conhecer obras e autores novos e diferentes. E para uma leitura incondicional e voraz, não será trabalho algum devorar alguns bons livros ao longo do ano”.

Espero sinceramente que eu volte a ter um ritmo de leitura como sempre tive, mas sofro do mal que atinge a todos nós: correria do dia-a-dia que consome meu tempo e a noite só quero descansar e dormir. Mas espero ter como meta mais de um livro por mês.

Lista – Desafio Literário 2011

Janeiro

– The Beatles – a biografia, de Bob Spitz

Fevereiro

– A Garota dos Pés de Vidro, de Ali Shaw

Março

–  Morte e Vida de Charlie St. Cloud, de Ben Sherwood

Abril

– As veias abertas da América Latina, de Eduardo Galeano

Maio

– O milagre, Nicholas Sparks

Junho

– Não Há Silêncio que Não Termine – Meus Anos de Cativeiro na Selva Colombiana, de Ingrid Betancourt

Julho

– Sábado, de Ian McEwan

Agosto

– Naquele dia, de Dennis Lehane

Setembro

– Edgar Sawtelle, de David Wroblewski

Outubro

– O morro dos ventos uivantes, de Emily Bronte

Novembro

– A menina que não sabia ler, de John Harding

Dezembro

– Viva o povo brasileiro, de João Ubaldo Ribeiro

E agora vamos esperar a virada do ano para começar a colocar em prática a leitura, de preferência dentro do prazo =)

16
out
10

A Biblioteca Digital Mundial!

Recebi por e-mail e compartilho com vocês! Muito interessante!!!

A BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL.

QUE PRESENTE DA UNESCO PARA A HUMANIDADE INTEIRA !!!

Já está disponível na Internet, através do site  www.wdl.org

Reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em sete idiomas as jóias e relíquias culturais de todas as bibliotecas do planeta. Tem, sobretudo, caráter patrimonial, antecipou em LA NACIÓN Abdelaziz Abid, coordenador do projeto impulsionado pela UNESCO e outras 32 instituições.

A BDM não oferecerá documentos correntes, a não ser “com valor de  patrimônio, que permitirão apreciar e conhecer melhor as culturas do mundo em idiomas diferentes: árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português. Mas há documentos em linha em mais de 50 idiomas”.

Entre os documentos mais antigos há alguns códices precolombianos, graças à contribuição do México, e os primeiros mapas da América, desenhados por Diego Gutiérrez para o rei de Espanha em 1562″, explicou Abid.

Os tesouros incluem o Hyakumanto Darani, um documento em japonês publicado no ano 764 e considerado o primeiro texto impresso da história; um relato dos astecas que constitui a primeira menção do Menino Jesus no Novo Mundo; trabalhos de cientistas árabes desvelando o mistério da álgebra; ossos utilizados como oráculos e esteiras chinesas; a Bíblia de Gutenberg; antigas fotos latino-americanas da Biblioteca Nacional do Brasil e a célebre Bíblia do Diabo, do século XIII, da Biblioteca Nacional da Suécia.

Fácil de navegar:

Cada jóia da cultura universal aparece acompanhada de uma breve explicação do seu conteúdo e seu significado. Os documentos foram passados por scanners e incorporados no seu idioma original, mas as explicações aparecem em sete línguas, entre elas O PORTUGUÊS. A biblioteca começa com 1200 documentos, mas foi pensada para receber um número ilimitado de textos, gravuras, mapas, fotografias e ilustrações.

Como se acede ao sítio global?

Embora seja apresentado oficialmente  na sede da UNESCO, em Paris, a Biblioteca Digital Mundial já está disponível na Internet, através do sítio:

www.wdl.org

O acesso é gratuito e os usuários podem ingressar diretamente pela Web, sem necessidade de se registrarem.

Permite ao internauta orientar a sua busca por épocas, zonas geográficas, tipo de documento e instituição. O sistema propõe as explicações em sete idiomas (árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português), embora os originas existam na sua língua original.

Desse modo, é possível, por exemplo, estudar em detalhe o Evangelho de São Mateus traduzido em aleutiano pelo missionário russo Ioann Veniamiov, em 1840. Com um simples clique, podem-se passar as páginas de um livro, aproximar ou afastar os textos e movê-los em todos os sentidos. A excelente definição das imagens permite uma leitura cômoda e minuciosa.  Entre as jóias que contem no momento a BDM está a Declaração de Independência dos Estados Unidos, assim como as Constituições de numerosos países; um texto japonês do século XVI considerado a primeira impressão da história; o jornal de um estudioso veneziano que acompanhou Fernão de Magalhães na sua viagem ao redor do mundo; o original das “Fábulas” de La Fontaine, o primeiro livro publicado nas Filipinas em espanhol e tagalog, a Bíblia de Gutemberg, e umas pinturas rupestres africanas que datam de 8.000 A .C.

Duas regiões do mundo estão particularmente bem representadas: América Latina e Médio Oriente. Isso deve-se à ativa participação da Biblioteca Nacional  do Brasil, à Biblioteca de Alexandria no Egito e à Universidade Rei Abdulá da Arábia Saudita.

A estrutura da BDM foi decalcada do projecto de digitalização da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, que começou em 1991 e atualmente contém 11 milhões de documentos em linha.

Os seus responsáveis afirmam que a BDM está, sobretudo, destinada a investigadores, professores e alunos. Mas a importância que reveste esse sítio vai muito além da incitação ao estudo das novas gerações que vivem num mundo audiovisual.

12
out
10

Aniversário do blog no dia das crianças =)

 

Hoje além de ser o dia das crianças e de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, é também o dia nacional da leitura, como foi devidamente muito bem lembrado pela minha blogueira favorita, Sandra (www.apenasumavez.wordpress.com). Mas é também o terceiro aniversário do blog =)

Coincidência ou não, um blog que aborda em 90% do tempo comentários e análises sobre livros infanto-juvenis, só poderia ter sido criado nesta data, não é mesmo?

Apesar de ser novinho, é acompanhado por grandinhos e isso me deixa muito feliz, pois prova que todos nós temos um pouco da criança que um dia fomos e ainda hoje lemos as histórias que crianças e adolescentes tanto amam =)

Mesmo com falta de tempo e outras adversidades para postar com a frequência que eu gostaria, desejo poder dar continuidade a este projeto e continuar tendo discussões de alto nível com outros apaixonados por literatura como eu! Obrigada a todos que visitam e comentam, para os que apenas visitam e também aos amigos e familiares que tanto me incentivam a continuar contribuindo, mesmo que pouquinho, para o incentivo à leitura.

Que venham novos livros, mais fantasia, mais análises e muitos outros anos de existência do “Universo Literário”. E parabéns a todas as crianças lindas que habitam esse mundo. Desejo que elas nunca deixem de acreditar na fantasia presente nos livros dedicados a elas e que possam ter um mundo melhor daqui para frente!

15
set
10

Você gostaria de morar em uma livraria?

Crédito da fotohttp://migre.me/1iBEJ

Como o blog está parado por falta de tempo de postar mesmo e também por que não tenho conseguido ler nada mais que não seja relacionado com direito administrativo e constitucional, decidi publicar algo só para marcar presença.

Ontem fui à Saraiva Megastore de um shopping da cidade para comprar um presente para uma amiga que faz aniversário no sábado. E quem me conhece sabe o quanto amo presentear às pessoas queridas com algo que realmente valha a pena e, o que mais pode valer a pena do que um bom livro para nos fazer companhia?

Mas eu simplesmente enlouqueço a cada vez que entro em uma livraria. Seja ela grande ou pequena. Entro, olho, futuco tudo, converso com os vendedores, esqueço da hora, dos compromissos e fico querendo comprar todos os livros que despertam a minha curiosidade e interesse. E realmente é muito difícil resistir e segurar a onda na hora de dizer não para si mesma. Aquele objeto lindo nas nossas mãos, com cheirinho de tinta, pedindo, implorando para que você o leve para casa e o coloque na estante… Mas acabei levando só o livro que darei de presente.

Enfim, eu gostaria de morar em uma livraria e você?

19
ago
10

Além do Túmulo – Quarto volume da série The 39 Clues

Após o segundo livro da série The 39 Clues, “Uma Nota Errada”, escrita por Gordon Korman, ter sido bem fraquinho, mais por causa do autor do que pela história em si, fiquei meio desconfiada e até mesmo pensei em parar de ler a série. No entanto, resolvi dar mais uma chance ao projeto criado por Rick Riordan e não me arrependi, pois o terceiro volume, “O Ladrão de Espadas”, escrito por Peter Lerangis, é muito superior ao segundo e prova que a culpa de eu não ter gostado, de fato, foi de Korman.

Após uma série de aventuras loucas e perigosas vividas no Japão e na Coréia, onde Amy e Dan Cahill quase perderam a vida por causa dos seus primos, os Kabra, e, mais uma vez, foram enganados pelo tio Alistair Oh, desta vez os órfãos foram para o Cairo, no Egito, atrás de mais uma pista deixada pela avó Grace.

“Além do Túmulo”, escrito por Jude Watson, é encantador e muito divertido, com uma escrita envolvente, trama surpreendente, cheio de mistérios inteligentes e pistas e dicas envoltas em uma cultura espetacular. Além de divertir as crianças e aos adolescentes com as trapalhadas e desventuras de Amy, Dan, Nellie e Saladin, eles ainda podem aprender um pouco mais de uma cultura que foi e sempre será um dos grandes fascínios da humanidade: a cultura egípcia. Com descrições de cenários maravilhosos e citações de personagens extremamente importantes para aquela cultura, vamos acompanhando o crescimento e amadurecimento de Dan e Amy, bem como corremos com eles contra a o tempo, em busca de solução de enigmas e descobertas de uma nova pista numa espécie de gincana maluca da família Cahill.

Neste volume não vamos encontrar todas as personagens do primeiro livro, mas as que estão presentes, Irina, a russa louca que o tempo todo quer matá-los; Jonah, o rapper egocêntrico que também quer ver os garotos fora da disputa; e Alistair Oh, o tio coreano traiçoeiro. Mesmo não tendo a participação de todas as personagens malucas e engraçadas da série, esse volume é muito legal.

A autora manteve o nível de trabalho de Rick Riordan e de Peter Lerangis, divertindo os leitores com um Dan engraçado, cheio de humor e tiradas fantásticas, uma au pair, Nellie, fabulosa e uma Amy doce e cativante que Gordon Korman não conseguiu. Fiquei muito feliz em saber que Jude Watson ainda participará da série, escrevendo o sexto volume da série, o que significa uma excelente história, bem amarradinha, cheia de suspenses inteligentes, aventuras de tirar o fôlego e bons momentos de diversão. Resta apenas esperar o quinto volume chegar ao Brasil para ver se vai agradar ou não. Afinal um projeto que envolve muitos autores escrevendo sobre uma mesma história é um risco de que possa dar certo ou desagradar aos leitores.

Por abordar aventuras em muitos países, como conseqüência o leitor tem conhecimento de diversas culturas. Por isso recomendo essa coleção aos mais jovens. Já que além de momentos de diversão ao lado dos órfãos Cahill, eles também aprenderão sobre conhecimentos gerais, que às vezes não despertam o interesse e a curiosidade nas disciplinas escolares.

13
ago
10

“Crepúsculo’ é um conto de fadas de vampiros’, diz André Vianco

“Crepúsculo’ é um conto de fadas de vampiros’, diz André Vianco

Principal escritor de vampiros no Brasil faz debate na Bienal nesta sexta.
Evento em São Paulo dedica a sexta-feira 13 à literatura de horror.

Amauri Stamboroski Jr. Do G1, em São Paulo

http://migre.me/14sqk

O escritor André Vianco na pré-produção do piloto de TV para a sua saga ‘O turno da noite’. (Foto: Divulgação)

Não é só de Stephenie Meyer, autora da saga “Crepúsculo”,que vivem os fãs dos vampiros no mundo da literatura. O Brasil também tem seu escritor de best-sellers vampirescos, o orgulhoso cidadão de Osasco André Vianco. Autor de livros como “Os sete” e “O vampiro rei”, Vianco já vendeu mais de 700 mil exemplares e é o principal nome da mesa “Por que o mito do vampiro continua vivo?”, que acontece nesta sexta-feira (13) na Bienal do Livro em São Paulo.

Para o escritor, os vampiros são bons personagens, que podem transitar por diferentes gêneros. “Eu escrevo histórias de terror, dramas com os meus vampiros. Já ‘Crepúsculo’ seria um conto de fadas, se os vampiros existissem na vida real”, compara.

Ele mesmo não se dedica exclusivamente aos mortos-vivos sugadores de sangue – seu novo livro, “O caso Laura”, deve ser lançado em breve pela editora Rocco e será um “policial dark”. “Meus leitores não me leem só pelos vampiros, já escrevi livros de terror, fábulas, dramas, e o que eles gostam é o meu texto melancólico, sombrio”, explica Vianco.

Catando latinhas para comprar livros
“Seu eu fosse um autor realmente comercial, eu teria lançado uns dez livros de vampiros nos últimos anos, afinal é o grande assunto no cinema e no mercado editorial”, continua. Ele se diz lisonjeado com os fãs, e conta a história de um leitor seu que chegou a catar latinhas de alumínio na rua para poder comprar seus livros. “É impressionante alguém gostar tanto assim do meu trabalho”, diz espantado.

Além dos projetos literários, Vianco vai levar seus vampiros para as telas. “No dia 25 começamos a gravar o piloto de uma possível série de TV”, conta o escritor, dizendo que já existem canais interessados na versão televisiva da saga “Turno da noite”, que deve ter entre 12 e 13 episódios.

A escritora Martha Argel: ‘vampiros são metáfora’.
(Foto: Divulgação)

Ao lado de Vianco no debate na Bienal estarão as escritoras Martha Argel e Giulia Moon. Fãs de Vianco, as duas são amigas e se conheceram na internet no fórum dedicado à literatura vampírica Tinta Rubra. “A Martha é minha leitora privilegiada, ela lê antes, aponta meus erros, me ajuda”, conta Moon, autora de “A dama-morcega”.

Ela também se diferencia do universo de “Crepúsculo” (“meus livros são mais picantes, menos adolescentes”, afirma) e acha que o tema ainda deve continuar na moda por muito tempo. “Existe uma riqueza imensa a ser explorada nesse universo de fantasia, e acho que vai demorar bastante até as pessoas enjoarem disso”.

A bióloga Argel, que já publicou livros como “O vampiro da mata atlântica” e “Relações de sangue”, além de “O vampiro antes de Drácula”, um estudo literário da evolução do gênero até o sucesso de “Drácula”, de Bram Stoker, diz que “o vampiro é uma metáfora. Você pode usar ele para falar da fragilidade humana”.

Terror na sexta-feira 13
A sexta-feira 13 da Bienal traz mais vampiros, com a presença de Dacre Stoker, sobrinho-neto de Bram Stoker, escritor de “Drácula”. O autor canadense vai falar às 19h sobre “Drácula, o morto-vivo”, seu novo livro que revive o mito criado pelo tio-avô.

Mas o clima de terror começa mais cedo, às 13h, com a mesa “Zé do Caixão levará a sua alma”, com a presença do criador do personagem, o cineasta José Mojica Marins, que lançará o “Livro horripilante de Zé do Caixão” na ocasião.

A organização da Bienal também promete que quem comparecer fantasiado como seu personagem favorito não pagará entrada para o evento. Basta apresentar uma foto do personagem representado para garantir o ingresso.

Bienal do Livro de São Paulo
Quando: diariamente até o dia 22 de agosto
Onde: Pavilhão de exposições do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, 1209
Quanto: R$ 10, com direito à meia-entrada
Informações: www.bienaldolivrosp.com.br




Melissa Rocha

Jornalista apaixonada por cachorros e literatura, principalmente o gênero infanto-juvenil. Torcedora (e sofredora) do Palmeiras e Bahia. Fã de Drew Barrymore, Dakota Fanning, Anthony Kiedis e Red Hot Chili Peppers, All Star e Havaianas.

Blog Stats

  • 1,455,100 hits

No Twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
maio 2017
S T Q Q S S D
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Páginas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 76 outros seguidores

Mais Avaliados