24
maio
10

The Southern Vampire Mysteries – Morto até o Anoitecer

Os vampiros sempre foram seres que despertaram o imaginário das pessoas e nunca se viu tantas histórias de vampiros na literatura como atualmente. Mais uma série vampiresca chegou ao mercado editorial brasileiro de autoria da escritora americana Charlaine Harris. Nos Estados Unidos a aceitação dos livros foi tão boa que deu origem a série de TV, “True Blood”.

O primeiro livro da série “The Southern Vampire Mysteries”, “Morto até o Anoitecer”, aborda um vampirismo diferente do que estamos acostumados a conhecer. Qualquer um pode se tornar um vampiro, mas não por mordidas, mas porque o estado de vampirismo acontece quando um vírus atinge as pessoas. Os vampiros convivem de forma aberta com os humanos, mas isso não quer dizer que seja uma convivência pacífica.

Alguns vampiros ainda preferem que houvesse separação, que os vampiros continuassem sendo predadores que caçavam os seres humanos e se alimentarem deles; bem como alguns humanos gostariam que os vampiros continuassem na clandestinidade.

Em tempos em que vampiros e humanos conseguem conviver sem temores ou receios, os japoneses conseguiram desenvolver um sangue sintético para que os vampiros pudessem se alimentar. Essa sangue vinha em garrafas e eram vendidos em todo lugar, inclusive em bares.

Na Louisiana, no Merllote, um bar ao norte do Estado, trabalhava uma garota, Sookie Stackhouse. Uma jovem bonita que despertava o interesse de vários rapazes se não fosse o fato de todos na cidade a conhecerem como Sookie, a louca.

Isso porque Sookie tinha um segredo que ela não podia compartilhar com qualquer pessoa. Ela tinha a capacidade de ler pensamentos e isso era muito irritante para ela, pois muitas vezes acabava sabendo coisas ao respeito das pessoas que ela não gostava de saber, bem como sabia coisas que as pessoas pensavam dela. E às vezes não eram nada agradáveis. Por isso era tão difícil para ela se relacionar bem com as pessoas.

Ela tem um irmão, Jason, bem irresponsável que só pensa em sexo e garotas. E uma avó por quem ela tem um imenso carinho e admiração. A sua avó lhe tratava com muito amor e cuidado e por muitos anos foi meio que uma segunda mãe, já que os seus pais estavam mortos.

Sookie alimentava o sonho de conhecer um vampiro, mas até então nenhum aparecera na sua cidade. Até que um homem misterioso chegara a cidade e inexplicavelmente Sookie não conseguia ler a mente deles.

A garçonete então descobre que ele era um vampiro e isso a deixa bem curiosa. Havia um casal muito sinistro na cidade e Sookie leu a mente deles. Descobriu o que eles planejavam para fazer durante aquela noite em que estavam no bar. Eles planejavam roubar sangue do vampiro recém-chegado, Bill Compton. Isso porque o sangue dos vampiros era considerado um artigo de luxo, vendido a preço bem alto e utilizado para reparar a saúde das pessoas, das sensação de bem estar e estimular no sexo.

Sookie então decide ir ao encontro dos dois e ao chegar ao estacionamento vê que eles amarraram Bill em correntes de ferro, imobilizando o vampiro que estava tendo a sua pele queimada no lugar das correntes e estavam retirando o seu sangue.

Sookie pega a corrente de seu irmão que estava no fundo da caminhonete e parte em defesa do vampiro. Enfrenta o casal, apanha bastante mas também bate muito neles. Consegue libertar o vampiro das correntes e acaba salvando Bill. Após esse acontecimento, Sookie e Bill começam a ficar muito próximos, vão se conhecendo aos poucos e rapidamente eles se apaixonam e começam um relacionamento.

Sookie percebe que a ida de um vampiro agitara a pequena cidade em que ela morava. Mas ela estava disposta a dar um crédito de confiança a Bill e decide ajudá-lo a reformar a casa para onde se mudara.

As pessoas pareciam estar se dando bem com Bill, no entanto, uma série de crimes começaram a acontecer na cidade e agitou os seus moradores. Os crimes tinham conotação sexual e nos corpos das mulheres sempre aparecia marcas de furos como se fosse marcas dos dentes de algum vampiro. E as mulheres que morriam estavam de certa forma ligadas diretamente a vampiros. O que preocupou Bill e Sookie, pois algumas pessoas estavam começando a desconfiar do vampiro.

No entanto, Jason havia saído com as garotas que foram mortas e passou a ser também um suspeito. Mas depois acaba sendo inocentado.

Bille leva Sookie um dia para o bar de vampiros em uma cidade próxima. Lá ela conhece Eric, um vampiro mais velho que Bill revela pelo olhar e pelos gestos estar muito interessado em Sookie. Bill fica incomodado, mas diz que é obrigado a seguir hierarquias e diz a garota que se ela quiser transar com Eric ele não poderia impedir, mas não era isso que ela queria. Ela só queria ficar com Bill.

Eric acaba se interessando em todos os sentidos por Sookie e fica muito curioso com a habilidade dela de ler mentes e quando um assalto ocorrera no bar que ele era dono, contacta Bill dizendo que gostaria que Sookie lhe fizesse o favor de ler a mente de todos os funcionários e descobrisse quem o roubara.

Sookie ajuda Eric e eles resolvem o problema. Enquanto isso, Sookie continua correndo perigo, afinal um louco estava solto e disposto a matar garotas que se envolviam com vampiros.

Uma noite Sookie chegara em casa e encontrara a sua querida avó morta da mesma maneira que as demais mulheres. A garota ficara arrasada pela perda da pessoa que ela mais amava no mundo e também por saber que na verdade o alvo era ela e não a avó que acabara estando no lugar errado na hora errada.

Bill fica muito preocupado com Sookie solicita que um vampiro conhecido dele passe a tomar conta de Sookie durante a noite, para evitar que algo lhe acontecesse e ele atuara como um verdadeiro guarda-costas. Isso a incomodava um pouco, mas ela acabou se acostumando.

Um dia Sookie vira um cachorro da raça Collie na entrada dos fundos da lanchonete em que trabalhava e resolveu levar o animal para casa. Quando chegou em casa, alimentou o Collie, cuidou dele e no dia seguinte, pela manhã, muito assustada viu que na sua cama no lugar do cachorro estava o seu chefe, Sam, nu e deitado na cama. Tenta entender o que acontecera e como ele chegara e entrara ali. Acaba descobrindo mais tarde que Sam era capaz de se transformar em um animal e a forma que ele mais gostava de assumir era de um Collie.

A vida de Sookie parece estar de ponta cabeça com tantos acontecimentos estranhos ocorrendo ao mesmo tempo em que ela tenta superar a perda da sua querida avó.

Uma noite sozinha em casa Sookie acaba sendo perseguida pelo assassino das garotas, mas consegue ser salva por Sam e Bill.

Sookie e Bill conseguem enfim momentos de tranqüilidade e vivem o seu romance como sempre quiseram. O segundo livro da série, “Vampiros em Dallas” traz novas aventuras de Bill, Sookie, Eric e outros vampiros. E é tão legal quanto o primeiro livro.

Anúncios

5 Responses to “The Southern Vampire Mysteries – Morto até o Anoitecer”


  1. 1 Sandra Oliveira
    maio 24, 2010 às 9:07 pm

    Tenho fascínio por histórias de vampiros! Valeu pela dica! vai para a lista, cada vez mais imensa, também! 😉

    beijos

    • maio 25, 2010 às 4:09 pm

      hehehe eu tb tenho essas listas… É humanamente impossível lê-la, pois a cada dia ela aumenta mais. E os livros acabam com meu dinheiro… é triste =( ganho uma graninha, lá vou eu gastar com livros…
      Mas fazer o que se eu amo? =)
      beijos

    • maio 25, 2010 às 4:09 pm

      hehehe eu tb tenho essas listas… É humanamente impossível lê-la, pois a cada dia ela aumenta mais. E os livros acabam com meu dinheiro… é triste =( ganho uma graninha, lá vou eu gastar com livros…
      Mas fazer o que se eu amo? =)
      beijos

  2. 4 Filipe
    junho 17, 2010 às 11:29 pm

    Boa noite Melissa,
    Chamo-me Filipe e também compartilho essa sua paixão por literatura, em especial infanto-juvenil.
    Gostei de sua resenha sobre o livro “Morto até o Anoitecer”, aliás estou gostando muito da série “True Blood” e estava procurando mesmo se havia algum livro da autora Charleine Harris em português, dai achei seu site.
    Vc por acaso sabe se a Ediouro vai traduzir (ou por ventura já tenha trasuzido) algum outro livro dela?
    Bem, quando vc tiver uma oportunidade me responda por favor.
    Agradeço desde já.
    Uma boa semana.

    • junho 21, 2010 às 10:38 am

      Olá Felipe,

      Muito obrigada pela sua participação no blog.
      Eu não tenho conhecimento de outras traduções de livros de Charleine Harris, além dos livros da coleção The Southern Vampire Mysteries. Mas caso descubra, te aviso.
      Boa semana para você também.
      Um beijo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Melissa Rocha

Jornalista apaixonada por cachorros e literatura, principalmente o gênero infanto-juvenil. Torcedora (e sofredora) do Palmeiras e Bahia. Fã de Drew Barrymore, Dakota Fanning, Anthony Kiedis e Red Hot Chili Peppers, All Star e Havaianas.

Blog Stats

  • 1,480,623 hits

No Twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
maio 2010
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Páginas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 76 outros seguidores

Mais Avaliados


%d blogueiros gostam disto: