27
abr
10

Série A Mediadora – A Terra das Sombras

Meg Cabot é um fenômeno na literatura mundial e todo mundo já sabe disso. O que eu não sei é como ela consegue escrever tantos livros e em tão pouco tempo, qual mágica existe por trás disso. Mas seja qual for o seu segredo, o que impressiona é o índice de aceitação e sucesso de praticamente todos os seus livros. Dentre eles, uma coleção que faz muito sucesso, principalmente entre as adolescentes, é “A Mediadora”. Série composta de seis livros que conta a história de uma adolescente de 16 anos, Suzannah Simon que é uma mediadora (tem a capacidade de ver, tocar e conversar com os fantasmas, como se fossem pessoas ainda vivas) desde muito criança e tem um morador especial no quarto de sua nova casa: um lindo e envolvente fantasma.

No primeiro volume, “A Terra das Sombras”, Suzannah nos é apresentada como uma adolescente que vive com a mãe que é uma jornalista, pois o seu pai morrera de um infarto fulminante quando ela era ainda bem jovem. No entanto, ela recebia visitas constantes dele, sempre buscando orientá-la e aconselhá-la. Após um novo casamento, ela se vê em uma situação inusitada que lhe renderá uma série de aventuras, mas ela ainda não sabe disso. Proveniente de Nova York, a garota, que sempre fora tida como esquisita por todos os colegas da escola, exceto por sua melhor amiga, que não compartilha do segredo e da sua capacidade de ser mediadora, após o casamento da mãe com um apresentador de um programa de TV, Andy Ackerman, precisa se mudar para a Califórnia. De quebra ganha três meio-irmãos: David, mais conhecido (por Suzannah) como Mestre, Brad, vulgo Dunga e Jake, também chamado por Soneca, fruto do primeiro casamento de Andy com a sua falecida esposa. Será que agora em uma nova cidade ela continuaria chegando em casa na companhia de policiais, devido as inúmeras encrencas que ela sempre se metia por tentar ajudar os fantasmas que sempre a procuravam em busca de ajuda para resolução das suas pendências desse mundo?

Todo mundo que já foi adolescente ou está nesta fase sabe como é um momento delicado, complicado mas também delicioso. Tudo é muito intenso, mas também breve, pois rapidamente perdemos o interesse por assuntos e coisas que antes seria capaz de nos matar de tanto sofrermos por elas. Suzannah não é diferente de qualquer adolescente de 16 anos. Será mesmo? Sim, ela é diferente em alguns aspectos. Dentre ele a sua capacidade de se comunicar com os seres que deveriam estar descansando, vivendo, trabalhando, sei lá, em um outro plano.

Quando ela entra na nova casa, o que a deixa um tanto apreensiva, pois a casa é de uma construção muito antiga e ela não curte nem um pouco prédios antigos, pois sempre existia uma grande possibilidade de alguém ter morrido dentro dele e conter fantasmas demais, ela percebe com muito desabor como seria viver com três garotos em uma mesma casa. De filha única ela cai de pára-quedas em uma família e em uma casa onde só existem homens. Ao chegar no cômodo que seria o seu refúgio na nova vida, o seu quarto, ela nota a presença de um fantasma sentado no assento da janela. Mas não era um simples e comum fantasma, era simplesmente o fantasma mais lindo que ela já vira em toda sua vida.

Jesse da Silva, o fantasma que enchera os olhos de Suze, não era o único que estava por aquelas bandas e faria parte da vida e do cotidiano da recém chegada. Assim que chega na nova escola, Academia Católica Junipero Serra, ela percebe que todos a olham de forma diferente de como era vista e descrita na antiga escola. De ignorada e tida como estranha, Suze passa a ter que administrar a sua popularidade e curiosidade dos demais alunos, afinal não é todo dia que uma garota vem de Nova York para estudar na Califórnia. Mas não somente ter de lidar com novos colegas se resumirá a vida de Suze na escola. Mas ela não estará sozinha, ela percebe que ao redor dela teria outro mediador, o diretor da escola, chamada comumente pelos alunos de Missão, o Padre Dominic.

Suze terá de enfrentar um fantasma de Heather, uma garota que fora aluna da escola que ela freqüenta e dona do armário que hoje pertence a Suzannah. A menina não aceitou o término do namoro com Bryce Martison e, para se vingar do garoto, comete suicídio. Enfurecida por perceber que Bryce toca em frente a sua vida e, pior, demonstra claramente ter interesses por Suze, ela está disposta a matá-lo e também a Suze, para se sentir enfim completa e feliz.

Suzannah não se sente intimidada por Heather, apesar de apanhar um bocado. O Padre Dominic não aprova de forma alguma o estilo muito engraçado e divertido Lara Croft de Suze, que tenta resolver os problemas com os fantasmas rebeldes com socos, chutes e uma boa pancadaria. Ele diz que essa não é a forma de um mediador agir. Mas Suze, assim como não é uma adolescente normal, também não é uma mediadora típica. Ela tem seus meios próprios de resolver os problemas e enfrentar os mortos.

No meio dessa confusão toda ela conta mesmo com o apoio preciso de Jesse e do Padre Dom para continuar viva, proteger o ex-namorado da fantasma e conseguir enviar a rebelde para onde ela deveria ter ido assim que morrera. E se não bastasse ter que enfrentar os fantasmas, ela ainda tem que bancar a garota normal em casa e aprender a lidar com três garotos em plena ebulição. Ela bate de frente com Brad (Dunga) pelo jeito do garoto, um tanto cabeça oca que só pensa em malhar e bem mau-humorado, com Jake (Soneca) ela não tem problemas, mas também nenhuma afinidade, já que como o próprio apelido já diz, ele parece ser meio sonolento, fazendo referência ao seu jeito caladão e preguiçoso de ser. O garoto parecia ter preguiça até mesmo de falar. O único por quem ela tinha um certo carinho e mantinha relações é David (Mestre) um garoto um pouco mais novo que ela, bem fofinho, doce e com um jeito meigo, inteligente e esperto. Ela será muito importante para Suze nos desafios que enfrentará nos próximos livros.

Bryce acaba se envolvendo com Suze, mas Heather tenta matá-lo diversas vezes e Suze conseguiu protegê-lo em todas elas. O garoto estava muito confuso com tudo que acontecera e muito abalado pela atitude extrema da ex, o que provocara a decisão da família Martison de mandá-lo viver em outra cidade. Com isso, ele e Suze tiveram que interromper o novo romance que estava surgindo. Será que isso será um sinal de que apesar de popular ela não teria muita sorte com os garotos? Vamos ver…

O que notei de diferente no livro é o que considero ser a marca de Cabot: descrever as personagens principais como garotas comuns, normais, engraçadas, de personalidade forte e até mesmo geniosa, às vezes. Ela não segue o protótipo das queridinhas da américa, como ser líder de torcida, patricinha, glamourosa e linda. Suze é apenas mais uma garota que poderia ser qualquer uma das leitoras de Cabot. Magistralmente ela aproxima muito as personagens das leitoras, tornando a leitura divertinda e agradável para as milhares de adolescentes que se apaixonaram por praticamente todos os livros da autora.

Anúncios

0 Responses to “Série A Mediadora – A Terra das Sombras”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Melissa Rocha

Jornalista apaixonada por cachorros e literatura, principalmente o gênero infanto-juvenil. Torcedora (e sofredora) do Palmeiras e Bahia. Fã de Drew Barrymore, Dakota Fanning, Anthony Kiedis e Red Hot Chili Peppers, All Star e Havaianas.

Blog Stats

  • 1,486,167 hits

No Twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
abril 2010
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Páginas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 76 outros seguidores

Mais Avaliados


%d blogueiros gostam disto: