10
abr
10

Diários do Vampiro – O Despertar

O primeiro livro da série de L. J. Smith (Lisa Jane Smith), “Diários do Vampiro”, “O Despertar”, foi escrito nos anos noventa, mas só ganhou notoriedade no Brasil após a criação da série teen homônima que faz muito sucesso em diversos países, escrita e produzida por Kevin Williamson, roteirista de Dawson’s Creek.. Após a bem sucedida adaptação, houve a tradução da coleção para o português.

Muitos já disseram que é um plágio dos livros de Stephenie Meyer, quando na verdade, como já disse no início do post, L. J. Smith escreveu a série nos anos noventa e se há plágio (coisa que não acredito) de alguém foi de Meyer não de Smith.

Como o vampirismo voltou à moda, encontramos na trama de Smith um triângulo amoroso envolvendo dois irmãos vampiros, um que tenta se manter vegetariano, alimentando-se do sangue de animais e outro que muitas vezes é a representação do mau.

O livro atende as necessidades que um leitor mais jovem procura e diverte com tiradas engraçadas e muito romance. Para quem curte literatura infanto-juvenil e também o universo mágico e atraente dos vampiros, vale a pena colocar na lista de leitura.

O início do livro se dá com uma garota, Elena Gilbert, escrevendo em um diário, em que ela revela ter chegado há pouco da França e sentia-se assustada e perdida, sem saber exatamente o porque, pois quando estava voltando de carro do aeroporto com sua tia Judith e sua irmã Margaret ela teve uma sensação estranha, sentia que os seus pais estavam em casa, esperando por ela e que sentiam falta dela.

Após a morte dos pais, apesar de estar em casa, em Fell’s Church, ela mesmo tendo morado a vida toda naquela casa, não sentia mais isso como uma verdade, tudo parecia estranho a ela, fora do lugar, como se ela não pertencesse a lugar nenhum, sentindo-se deslocada.

Elena faltou ao primeiro dia de aula, mas teria que ir, não podia mais ficar adiando o encontro com o pessoal da escola no estacionamento antes da aula. Ela é uma garota descolada, loura, magra que lançava moda, uma veterana no ensino médio, a garota que todo menino queria ter e toda menina queria ser. Tem duas grandes amigas: Bonnie e Meredith. Caroline antigamente também era uma de suas grandes amigas, mas as coisas entre elas mudaram.

Ao sair de casa, Elena tinha certeza pela sensação que estava tendo que alguém a observava e teve um vislumbre de alguma coisa escura nos galhos de um mameleiro em frente à sua casa. Era um corvo e ele a espiava. Era o maior corvo que ela já vira na vida, roliço e lustroso. Ela sentiu como se fosse uma loucura, pois achava que ele olhava para ela como os meninos a olhavam quando ela usava um biquini ou uma blusa transparente, como se a estivesse despindo com os olhos. Sem pensar duas vezes ela largou a mochila e pegou uma pedra ao lado da entrada da casa e atirou-a no corvo, gritando para ele ir embora dali. A ave voou e sem ser atingido pela pedra foi embora em direção ao bosque. Após essa cena, Elena ficou um pouco envergonhada e sem acreditar no que acabara de fazer.

Concomitantemente ao que acontecia com Elena, perto dali, no bosque, Stefan Salvatore se alimentava do sangue de um coelho que ele caçara, mas ele percebeu que mesmo assim ainda sentia fome. Ele é descrito como um rapaz de cabelo ondulado, olhos verdes e poderia facilmente se passar como um aluno normal do Ensino Médio, mas ele não era.

Ele vivia na Itália em um esconderijo e estava cansado de viver nas sombras e de ficar sozinho. Ele não tinha sequer certeza do motivo por ter escolhido Fell’s Church, na Virgínia, para voltar ao mundo da luz do dia e tentaria encontrar um lugar entre as pessoas da nova cidade, mas ele sabia que nunca seria completamente aceito pois nunca haveria um lugar onde ele pudesse ser verdadeiramente ele mesmo. Notou que havia um corvo próximo a ele, em cima de uma árvore. Após terminar de se alimentar do coelho, depositou o seu corpo no chão para que uma outra caçadora, uma raposa, se alimentasse. Mas para a sua surpresa, quem foi em direção ao coelho foi a ave e havia algo de sinistro em relação ao corvo. Com isso, decidiu que se encontrasse a ave novamente, olharia em sua mente, mas não havia tempo naquele momento, pois não queria se atrasar para as outras aulas na escola Robert E. Lee High School.

Assim que Elena chegou na escola fora cercada por seu grupo de amigos. Todos se abraçaram, exceto Caroline que se manteve distante. Bonnie revela às amigas que aprendera com um primo no verão a ler mãos e pede para ler a de Elena. Mas todos os amigos tiraram sarro da cara dela dizendo que não acreditavam. Mas Elena cede ao pedido da amiga e Bonnie ao ler de repente fica pálida, como se tivesse se assustado. Com os olhos arregalados, revelou que Elena conheceria um estrangeiro alto e moreno e inesperadamente diz que não quer ver mais nada.

Quando as meninas estavam partindo para o prédio da escola foram distraídas por um ronco de um motor, de um Porsche. E todas suspiraram quando viram sair do carro um corpo magro e musculoso de cabelos ondulados e escuros, mas de estatura mediana. Elena comentara que ele era perfeito, o que de certa forma irritara Caroline que reclamou pelo fato de Elena já ter Matt, para que ela queria mais outro.

Elas foram atrás de Stefan, por Elena queria ver mais do que a parte de trás da cabeça do garoto. Ele estava na secretaria conversando com a Sra. Clarke, a secretária de admissão. Pelo modo como eles se comportavam, pareciam não estar se entendendo, porém quando a Sra. Olhou de novo para ele, sua expressão se transformara. O que deixou Elena bem curiosa. Ficou em uma posição estratégica para que fosse notada, mas o garoto agiu como se ela não estivesse ali, o que a deixara chocada, pois não conseguia lembrar há quanto tempo um menino tinha agido assim com ela, pois todos eles olham, outros assoviavam e alguns encaravam e outros paravam para falar.

Elena demonstrava, pelo seu modo de pensar, que os garotos apenas serviam para medir a sua popularidade, pois os tratava como filhotinhos de cachorros, lindos, mas dispensáveis.

No ano anterior ela começara um relacionamento com Matt, achando que ele era o cara por quem ela procurava. Ela passara a sentir um forte afeto pelo garoto, mas percebera que o afeto que sentia por ele era o mesmo que o de uma prima ou irmã. E precisava dizer a ele que acabara mas não sabia como dizer isso.

Elena convida sua amiga do jardim de infância, Caroline, para almoçar, mas a garota reage de modo agressivo e diz que muita coisa mudou enquanto Elena esteve fora e diz que a época de Elena como rainha, passara.

Bonnie conta para Elena as novidades sobre Stefan. Diz que ele viera de Itália e está hospedado com a velha senhora Flowers. Stefan estava se sentindo aliviado por as aulas terem terminado, pois o dia da aula fora muito cheio para ele, muitas mentes que o estavam deixando atordoado. Ele sentiu que havia uma mente em particular que se destacara das outras, a de Elena. Ele não sabia como ela era, mas sua personalidade era poderosa. Além disso tudo ele estava faminto. Mas o dia ainda não chegara ao fim, ainda tinha uma aula. E ele assim que entrou na sala sentiu a presença de Elena. Quando ela se virou ele fez um grande esforço para não ofegar de choque, pois ela lembrava muito a falecida Katherine. E a semelhança era sobrenatural, a cor do cabelo louro, a pela cremosa e os olhos azuis escuros. Ele repele Elena, pois não queria se lembrar de Katherine, não queria sentir a presença dela. E o jeito como ele a repelira havia magoado a garota e ele percebera isso. O que lhe deu a esperança de que isso manteria ela afastada dele. Ela percebera que Stefan a esnobara de propósito e a estava evitando, e o pior, na frente de Caroline. Mas Elena não desistiria, teria Stefan para ela, nem que isso a matasse.

Stefan relembra o passado, os conflitos da sua família. Do seu pai Giuseppe reclamando do seu irmão mais velho, Damon que decidira abandonar os estudos e ambos brigaram. Os ânimos do pai e dos irmãos só se acalmaram pela entrada de Katherine, a filha de um barão alemão, Von Swartzschild, que estava hospedada com eles para se recuperar de uma longa enfermidade. Desde a chegada dela, tudo mudara para Stefan. Ele se apaixonara por Katherine, ela parecia corresponder, mas seu irmão Damon tinha tantos olhos para a garota e ela também parecia corresponder ao interesse do Salvatore mais velho.

Damon era totalmente diferente de Stefan. Tinha uma beleza morena, graça e sensualidade que traía mulheres como mariposas. Stefan tenta afugentar essas lembranças, mas ele não conseguia esquecer o passado.

Na manhã seguinte, Matt aparecera na casa de Elena e ela o chama para dar um passeio e eles conversam sobre a viagem de Elena à França. Ela termina com ele mas diz que quer muito que eles continuem amigos. Enquanto isso, eles notam a presença do maior corvo que já viram observando-os. Elena tinha em mente um plano para ter Stefan para ela como prometera a si própria. Ao chegar à aula de história européia, ela fora recebida por um assovio baixo no corredor. Dick Carter e Tyler Smallwood, estavam zanzando por ali. Era uma dupla de idiotas, segundo ela. Eles foram hostis com Stefan que passava por ali e Matt surge para reprimir as hostilidades. Elena observa Matt e Stefan começando quem sabe uma amizade. Matt convidara Stefan para fazer parte do time de futebol, mas ele recusara.

Ao término da aula, Elena se apresentara para Stefan e lhe deu as boas vindas. Mas Stefan fora ríspido com ela e disse que não tinha tempo para conversar, pois tinha que ir para os testes com o pessoal do futebol. Sendo que ele um pouco mais cedo dissera que não tinha interesse em ingressar no time. Stefan dera um mega fora em Elena na frente de todo mundo e Caroline sorria abertamente.

Elena sentiu uma tristeza e um bolo na garganta que tentava se dissolver em lágrimas. Mas ela não queria chorar na escola. Foi para casa e percebeu que a tia e a irmã haviam saído. Ao se ver sozinha em casa ela sentiu que finalmente poderia chorar, mas as lágrimas não vinham. Então começou a pensar em Stefan, um desafio que o tornava diferente, interessante, ele era exótico e também excitante.

Judith chamou Elena e a despertara dos seus devaneios, como sentia que as lágrimas estavam prestes a cair a qualquer momento, ela decidira sair pela porta dos fundos sem ser vista e fora para o único lugar que vira à sua mente: o cemitério onde seus pais foram enterrados. Atravessou a ponte Wickery e se dirigiu ao cemitério. Esse era um lugar onde ela freqüentara muito após o acidente de carro que matara seus pais e deixara um único membro da sua família viva: sua irmãzinha Margaret.

Elena sentia muita falta dos pais, mas sentia, por outro lado, gratidão por ter Judith como tia que optara por mudar de cidade e se dedicar a viver e cuidar das sobrinhas, juntamente com o seu noivo, Robert, que para Margaret era mais um padrasto do que um tio emprestado por casamento.

Bonnie e Meredith apareceram ao lado de Elena e disseram estar preocupadas com ela. Elas conversam sobre o acontecimento durante as aulas com Stefan e a garota diz que desistiu e não o queria mais. Elena perguntou a Bonnie se ela realmente vira algo na mão dela. A amiga responde que não sabe, que na hora achou que sim, pois a imaginação dela corria solta às vezes.

Meredith diz que Bonnie afirmou que Elena estava no cemitério. A garota que aprendera a ler mãos estava surpresa com suas próprias intuições. Assim como sua avó também tinha. Além disso, Bonnie descendia dos druidas.

Meredith soltou o broche esmaltado da blusa e espetou rapidamente o dedo, pediu a mão de Bonnie e furou o dedo dela, em seguida foi a vez de Elena. Por fim, sugere que as três coloquem os polegares juntos e fizessem um juramento: guardar segredo e fazer o que Elena pedisse em relação a Stefan. O juramento com sangue significava ter de se prender ao juramento, independentemente do que acontecesse e nem importar o que fosse. Após o juramento foi z vez de Elena fazer o seu próprio juramento: não descansar até que Stefan pertença a ela.

Já estava escuro e elas decidiram então ir para casa. No caminho, Bonnie olhava fixamente com os lábios separados e os olhos muito arregalados e vagos. Elena ao olhar para a amiga sentiu medo. E uma voz saiu de Bonnie dizendo que alguém estava ali esperando por Elena. Alguma coisa pareceu se mexer entre as formas recurvadas e escuras das lápides, fazendo com que Elena e Meredith dessem um berro, em seguida dispararam correndo, com Bonnie correndo atrás delas gritando também. Alguma coisa estava atrás delas e elas correram em direção a ponte. Ao atravessarem a ponte elas perceberam que haviam conseguido escapar do que quer que estivesse atrás delas.

Stefan era muito superior aos meninos mortais com os quais competia no campo de futebol americano, sua visão era mais aguçada, os reflexos mais rápidos e os músculos mais fortes, o que possibilitou que ele fosse o escolhido para entrar no time. Ao chegar na pensão, Stefan foi para o seu quarto e fragmentos de lembranças de Katherine surgiram em sua mente. Ele acreditava que era o único que partilhava o segredo dela: ser uma vampira.

Elena, Bonnie e Meredith começaram a por em prática o plano delas de espalhar fofocas pela escola: Elena estaria ficando firme com um garoto mais velho, que estava cursando universidade, chamado Jean-Claude e que Stefan usava drogas.

Após o término das aulas, as meninas foram para a casa de Bonnie e foram recebidas pelo gordo e muito velho pequinês da família, Yangtze que era muito mimado pela mãe de Ronnie, mas esta só o suportava. Elas encontraram com Mary, a irmã mais velha de Bonnie que estava trabalhando na clínica de Fell’s Church. Ela conta as meninas que elas não deveriam mais ir ao cemitério, pois um sem-teto que provavelmente estava dormindo embaixo da ponte Wickery fora atacado e estava semi-morto quando o levaram à clínica e ainda não recuperara a consciência, podendo até mesmo morrer, pois sua garganta fora quase decepada, perdendo uma relevante quantidade de sangue. Para a polícia, a pessoa que fizera isso poderia estar escondida no cemitério.

Elena conta o ocorrido em seu diário e diz que Stefan tem um comportamento estranho. Elena percebera que as fofocas mentirosas que começou a espalhar com as amigas estavam surtindo o efeito que ela queria e nem sequer se lembrou de que a suposta existência de Jean Claude poderia magoar Matt e isso realmente aconteceu. Ela tenta explicar a verdade para Matt e acaba dizendo que a história com o francês não era pra valer, porém inventou porque estava aborrecida com Stefan.

Matt diz que apesar de aparentemente ele ser o único com quem Stefan falava, era apenas aparência, pois ele nunca falara sobre coisas pessoais nem da sua família. Era como se Stefan tivesse um muro em volta dele que não deixava ninguém transpor. Elena inacreditavelmente pede que Matt, de alguma forma, convença Stefan a ir para o Baile de Reencontro que aconteceria dali a uma semana.

Ao chegarem a festa, Elena ficou muito irritada por ver que Stefan fora acompanhado por Caroline. Com muita raiva, Elena decide sair da festa com Tayler, Dick e Vickie Bennett, ignorando os apelos dos amigos para que ficasse na festa. E, irresponsavelmente, elena aceitaria ir para o cemitério com o grupo. No cemitério, eles foram para a igreja onde ficava as sepulturas de Thomas Keeping Fell e Honoria Fell. Thomas era supostamente o fundador de Fell’s Church. Vickie e Tayler demonstram total desrespeito pelos mortos pintando as imagens em mármore deles com batom. Eles tentaram arrastar as pedras que cobriam as sepulturas, mas não conseguiram. Elena teve a sensação de que ela mexera e ela quase caíra dentro, mas tentaram mover novamente sem se conseguirem.

Elena, abalada com a sensação que tivera pede a eles que todas voltem ao baile. Dick e Vickie disseram que queriam ficar lá mais um tempinho. Tyler pede a Elena que antes deles irem que eles fossem ver o túmulo do avô dele. Ela aceita, mas quando chegaram ao local Tyler começara a assediar Elena, agarrando-a com força e acaba rasgando uma parte do seu vestido.

No outro lado da história, Stefan resistia a entrar no cemitério, pois na última vez em que esteve ali fora a noite do velho… Mas ele não podia ir embora pois Elena estava lá. Ele podia senti-la e sentir a sua aflição, devia estar com problemas e ele precisava encontrá-la. Enquanto Elena tentava se livrar de Tyler, viu Stefan com um jeito que ela nunca vira: com feições de fúria, emanando cólera e Elena acabou sentindo mais medo dele do que de Tyler.

Stefan investe contra Tyler e lhe deu uma boa surra. Quando pensou que Tyler fosse morrer de tanta porrada, Elena grita que Stefan parasse. E a leva para sua casa, para buscar o carro que ficara na pensão. Quando entraram na pensão, Elana fora para o banheiro para dar um jeito no vestido que fora rasgado por Tyler. Ao retornar para o quarto de Stefan eles conversaram para esclarecer o mal entendido que havia entre eles. Elena achava que Stefan a odiava, mas ele diz que não a odeia, apenas que ela se parece com alguém que ele conheceu. Apenas fisicamente, pois a pessoa que ela lembrava era frágil, delicada e vulnerável. Sendo Elena uma guerreira. Então se beijaram.

Enquanto isso, no cemitério, Matt, Bonnie e Meredith estão procurando por Elena. Ao chegarem ao local vêem Vickie Bennett e ela estava cambaleando para os faróis do carro, com os cabelos embaraçados e com os olhos vítreos em um rosto sujo de terra, usando apenas um corpete branco.

Meredith pega a garota e a leva para o carro. Vickie conta que algo apareceu na igreja enquanto ela estava com Dick. Havia uma névoa cercando tudo, uma névoa escura. Viu olhos ardendo no escuro que queimavam. De repente a coisa estava em volta deles e ela não conseguira correr. Os meninos viram que Vickie tinha arranhões fundos e recentes descendo do pescoço dela.

Bonnie achava que Vickie estava delirando e Meredith pede a Matt que levem Vickie primeiro. Eles voltariam depois para procurar Elena. Stefan e Elena entram no carro do garoto e vão para a casa dela. Quando chegaram viram luzes de carros da polícia, viram também o carro de Robert e de Matt. Quando entraram, Judith correu ao encontro de Elena e explicam a ela porque a polícia estava ali. Ao ouvir o que os amigos de Elena contam Stefan ficou paralisado e sai sem dar maiores explicações. Ao verem o vestido de Elena rasgado, rapidamente ela acrescenta que fora Tyler que fizera isso com ela, não Stefan. Este fizera apenas uma coisa: salvá-la.

Quando estava voltando para casa, Stefan mentalmente começou a comparar Elena com Katherine e percebeu claramente cada diferença entre elas e começa a relembrar a amada que perdera e como essa última lembrança abrira feridas nele, ao lembrar do dia em que Katherine revelava que não sabia qual dos Salvatore ela queria como companheiro.

No dia seguinte, Bonnie, Elena e Meredith decidem ir visitar Vickie. Quando chegaram ao quarto notaram que a garota estava pálida, gelada e agia como se tivesse sido dopada, mas de repente a menina dera um grito e se debatia dizendo que Elana fazia parte daquilo, que ela era do mal e mandou que Elena ficasse longe dela.

Ao serem convidados pela Sra. Bennett a deixar a casa pelo estado em que a filha se encontrara, Elena decidiu ir até a pensão se encontrar com Stefan, mas diz aos amigos que gostaria de ir sozinha, talvez por não querer ainda dividir o garoto com elas. Ao adentrar o quarto de Stefan, Elena correu até ele para lhe abraçar e lhe diz que o ama. Mas a Sra. Flowers o chama e Elena fica sozinha no seu quarto. Sem perder a oportunidade, Elena vai até o cofre de Stefan e o abre. Encontrou lá dentro apenas a fina tira de seda que ela perder no segundo dia de aula quando estava no cemitério. Imediatamente concluiu que Stefan gostava dela faz muito tempo. Mas fechou o cofre as pressas ao ouvir que ele se aproximava. E acabou escrevendo isso no diário, além de outras coisas sobre Stefan.

Todos os anos o Conselho de Alunos montava uma Casa Mal-Assombrada para levantar fundos para o Halloween. A Casa Mal-Assombrada geralmente era montada em um depósito de madeira, mas a cidade estava muito inquieta devido aos recentes acontecimentos, ficando decidido que o ginásio da escola era mais seguro. Elena e suas amigas eram do comitê de decoração há dois anos, por isso foram ao ginásio durante a noite para ajeitar as coisas que estavam faltando, discutiram que o treinador Lyman deveria representar o cadáver sangrento como parte do sacrifício das comemorações. Até que as luzes do ginásio piscaram e apagaram, voltando novamente, mas bem fracas.

Meredith decide ir com Bonnie procurar pelo zelador da escola, o Sr. Shelby. Quando elas saíram o local ficou parcialmente às escuras. Elena ficara sozinha e sentia que havia alguém observando-a. ele se esforçava para enxergar no escuro e estava bastante amedrontada. Ela sentia que precisava sair daquele lugar, quando de repente alguma coisa se moveu nas sombras. E ia em direção a ela. Mas ela viu uma forma humana se aproximar para ela e falar com ela, pedindo desculpas por tê-la assustado. Elena quis saber como ele entrara no ginásio, ele responde que pela porta, mas ela retruca dizendo que todas estavam trancadas. Ela pergunta se ele estava procurando alguém e ele responde que sim e diz o nome dela. Elena não conseguia desviar os olhos dos dele. E sente que deveria sair daquele lugar imediatamente. Saiu cambaleando pelo corredor e acaba encontrando as duas amigas.

Durante todo o fim de semana e na semana seguinte, Elena trabalhou nos planos para a Casa Mal-Assombrada. Mal sobrando tempo para ficar com Stefan. Elena notara que ele nunca falava da família ou de sua vida antes de ir para Fell’s Church e, se ela fizesse alguma pergunta, ele fugira do assunto.

Na sexta-feira, véspera da festa, as três amigas decidiram dormir na casa dos McCullough e foram a pé para a casa de Bonnie e quando chegaram Bonnie diz que não havia ninguém em casa e, com isso, Yangtze, o gordo pequinês escapuliu de dentro de casa, disparou para o jardim e ficou latindo para um dos galhos de um bordo solitário. Meredith percebe que o corvo estava olhando para ela e ela tenta se lembrar de quem e onde ela vira aqueles mesmos olhos anteriormente.

Elas discutem sobre as fantasias que deveriam usar na festa e comenta que Stefan por ser estrangeiro, meio pálido e com o seu jeito mediativo maravilhoso deveria se fantasiar de Conde Drácula. Como eles estavam falando de Stefan, Meredith pergunta como vão as coisas e Elena não sabe explicar. Ela corre para pegar seu diário para ler o que ela escrevera sobre essa situação para as meninas.

Bonnie sugere que Elena descubra com quem ela vai se casar, como sua avó contara a ela que era possível, utilizando a prática do jantar mudo. Revela que funciona, pois a sua mãe ficou sabendo que se casaria com o pai dela por causa de um jantar mudo. Faltando cinco para meia-noite, Elena estava de pé na sala de estar dos McCullough, sentindo-se uma tola e ouvindo os latidos frenéticos de Yangtze. Seguiu as instruções de Bonnie e acenderam uma vela no meio da mesa e se posicionou em frente a um prato. Segundo as instruções de Bonnie, a meia-noite ela deveria puxar a cadeira e convidar seu futuro marido a entrar. A essa altura, a vela se apagaria e ela veria uma figura espectral na cadeira.

O relógio anunciou meia-noite e ela convidou o seu futuro marido. A vela se apagou e sentiu o vento e percebeu que algo se moveu na escuridão. Elena estava tomada por um terror muito grande. Ela ouviu a mesma voz que ouvira no ginásio do colégio. Eles conversaram rapidamente e Elena o mandara embora. Ele diz que iria, por ora.

Após a saída dele, Elena ouvira a voz de Bonnie e Meredith e correu em direção a elas. Ao chegar no gramado viu que os amigos estavam curvados sobre alguma coisa. Pergunta as meninas o que aconteceu e viu que Bonnie estava com os olhos cheios de lágrimas dizendo que o velho pequinês havia morrido. Ao voltarem para dentro, Elena notara que o seu diário havia sumido.

Stefan estava no bosque se alimentando do sangue de um cervo e novamente as suas memórias afloraram. Ele se lembra de quando Katherine prova do seu sangue dizendo que já havia tomado a sua decisão. Ele fica muito feliz acreditando que fora o escolhido. A fome fez seus devaneios sumirem com as narinas inflamadas ele recomeçou a caçar, pois ainda continuava faminto.

Elena estava maravilhosamente vestida para a festa e ficou muito decepcionado por Stefan não tê-la elogiado de forma empolgada. Ao ir para o carro de Stefan sentia algo estranho, desde aquela noite na casa de Bonie ela sentia algo estranho e também estava revoltada por não ter encontrado o seu diário e tinha vontade de matar quem o roubara.

Ao chegar no ginásio da escola, Elena conversa com Meredith que lhe diz que o treinador Lyman estava doente e não poderia participar da festa. Bonnie estava tendo problemas em convencer o professor, Sr. Tanner para ficar no lugar de Lyman. Quando fora ao local para encontrar Bonnie com o Sr. Tanner ouvira a garota dizer que ele tinha que usar o sangue pois fazia parte do cenário, pois ele seria uma vítima de sacrifício.

Stefan se meteu na discussão. Elena notara que o professor estava agindo da mesma maneira que a Sra. Clarke, a secretária da escola, no primeiro dia de aula de Stefan. Elena tenta se entender com Caroline, mas ela não quer conversa.

Um doa alunos correu até o altar onde se encontrava o Sr. Tanner e mexeu no professor. Bonnie quando viu pediu que o aluno não mexesse e como o Sr. Tanner não se mexera, Bonnie foi até o local e tentou falar com o professor. Mas ele não respondia e estava com os olhos brancos arregalados. Quando sacudiu os ombros dele e ele não se mexera e a cabeça tombara flácida, ela viu seu pescoço e começou a gritar. Bonnie chorava e dizia que ele estava morto.

As pessoas começaram a entrar na sala e os gritos começaram a se espalhar. Elena gritou para que as luzes fossem acesas e pediu que Meredith chamasse uma ambulância e ligasse para a polícia. Quando as luzes foram acesas, Elena percebera que não havia um adulto para se encarregar da situação.

Tyler gritou para que as portas fossem fechadas e que ninguém saísse até que a polícia chegasse. Tyler começou a acusar imediatamente Stefan dizendo que o assassino deveria ser alguém que odiasse o Sr. Tanner, que sempre estava se metendo em discussão com o professor e que fosse alguém com histórico de violência, que poderia ser um psicopata que fora para Fell’s Church só para matar.

Matt surgiu do meio da multidão para defender Stefan. Tyler acusou Stefan novamente dizendo que os ataques começaram após a chegada de Stefan. Até mesmo Elena teve que concordar com Tyler. Afinal os ataques começaram realmente após a chegada de Stefan Salvatore. Tyler incentiva as pessoas a procurarem Stefan e todos começam a busca pelo vampiro.

Matt demonstrara sentir indecisão. Se deveria ou não acreditar na história de Elena de que Stefan era inocente. Matt ouvira um murmúrio do lado de fora e vira Stefan no chão. Se ajoelhou ao lado dele e percebeu que ele não parecia estar bem. Tinha as pupilas muito dilatadas e Matt lhe diz que ele precisava sair dali pois todos estavam atrás dele e conta que houve outro ataque e que todos achavam que Stefan era o culpado. Stefan pede que Matt cuide de Elena.

Elena estava rodeada de policiais, mas sabia, de alguma forma, que Matt havia conseguido afastar Stefan a tempo. Enquanto isso, Stefan estava achando que ele fizera realmente mal para Tanner e se sentia um assassino, um ser maligno. Ele estava fraco, com muita sede e precisava se alimentar.

Elena fora para a pensão procurar por ele, mas encontrou o seu quarto vazio e em um estado de caos, roupas espalhadas como lixo. Ela o encontrou no telhado em péssimo estado e o levou de volta para o quarto. Stefan conta toda a verdade para Elena, revela ser um vampiro e como se transformaram, conta sobre Katherine e Elena, pos uns minutos, se afasta e reprime Stefan. Mas o amor dela era mais forte e também tem revelações para lhe fazer. Conta sobre as visitas estranhas do garoto e descobre que se trata de Damon.

Stefan levara Elena para casa e fora para o bosque. Chegando lá encontrou-se frente a frente com Damon e eles se atacaram mutuamente. Damon demonstra todo o seu poder e como ele é superior a Stefan e o atacou. Elena foi para a escola Robert E. Lee e ficou sabendo que a polícia estava procurando por Stefan. Ele estava sendo acusado por Tyler e Elena ficara possessa. Porém o seu carro fora encontrando abandonado e ninguém conseguia localiza-lo. Elena correu para o cemitério. Tinha a intuição de que sabia quem o pegara: Damon. No cemitério ela grita o seu nome.

Assim termina o primeiro livro. Muitas questões ficaram em suspenso e muitas revelações serão feitas na continuação: “Diários do Vampiro – O Confronto”.

Anúncios

18 Responses to “Diários do Vampiro – O Despertar”


  1. abril 10, 2010 às 11:06 am

    aaaa eu li o primeiro, mas não li “O confronto”. Ainda irei ler!
    Não gostei muito da história… achei muito repetitiva, mas é legalzinha até..

  2. 2 Sandra
    abril 10, 2010 às 3:03 pm

    Melissa, obrigada pela visita no meu blog. Também adorei o seu! Sou viciada em leitura, de quase todos os gêneros, acho que podemos trocar muitas informações boas. Ainda não li Mais pesado que o céu, mas está na minha lista de livros a serem lidos.

    Tinha curiosidade sobre Diários do Vampiro, mas ainda tenho medo de ser uma repetição de Twilight, que eu gostei demais até o terceiro livro, que na minha opinião desandou um pouco na história…Amanhecer eu achei fantasioso e exagerado demais…mas….como a gente se apaixona mesmo pelo primeiro livro, não tem jeito de não ler o restante.

    Beijos e espero sua visita sempre no ‘Apenas Uma Vez’

  3. 4 ana carolina
    agosto 3, 2011 às 6:03 pm

    tenho os dois é demais gosto muito de vampiros gosteiii muito foram livros q marcaram minha vida

  4. dezembro 10, 2011 às 3:12 pm

    e bella esta brega de mais de pois ela ficarar linda no amanhecer2

  5. 7 ruth sarah
    janeiro 4, 2012 às 2:27 pm

    A SERIE E LEGAL O LEVRO DE SER MAIS AINDA.
    *——-*

  6. 8 Nadiellen
    janeiro 5, 2012 às 12:29 pm

    Gente eu amo d++++++++ essa serie e principalmente os livros..
    Gosto de tudo que fale sobre Vampiros…
    Amei o Blog.

  7. janeiro 8, 2012 às 2:20 pm

    se eu puldesse eu ia participar disso so para fikar perto do estepfã ele é lindo de mas mas nao posso deixar de falar do deimõ esse que é lindo o my good vcs sao lindos de mais espero que o deimõ fique do bem que eu nao quero que ele morra ele é lindo e nao pode sair do filme pelo amor de deus e que a elena fiqui de boa com estepfã eles sao lindos junto como eu queria q fosse eu rsrs beijo gosto de todos♥♥♥.

  8. 10 eliane barbosa
    janeiro 13, 2012 às 2:51 pm

    esiste livros de ”diario de um vampiro ”

  9. 11 Juba
    janeiro 13, 2012 às 7:56 pm

    Adoro essa serie eo livro muito bom!

  10. janeiro 14, 2012 às 3:08 pm

    gosto muito de diario de un vanpiro fique triste pq acabou a 1 tenporada

  11. 13 27361113
    janeiro 20, 2012 às 5:21 pm

    POW EE GOTO DE VE ISSO

  12. 14 Andressa
    janeiro 23, 2012 às 3:32 pm

    Diarios do vampiro é unico adoro estefan e demon salvatori eles tornan a historia mais interesante estefan por se apaixonar por elena e perceber que ela não é igual a outra sentimentos diferentes isso supera o geito da elena , e demon por sua obseçao pela elena pelo seu amor no seculo passado .
    Parabens esse livro é fantastico e não se compara a nenhum outro…

  13. março 5, 2012 às 9:26 pm

    Cara, tipo eu queria saber se alguém ja levou a sério esse négocio de jantar mudo?
    Porque eu me interrresei MUITO!

  14. 16 tacyane santos jacquiminouth
    março 27, 2012 às 11:01 am

    o diario de um vampiro e muito legal e eu gosto muito.

  15. 17 myla
    maio 22, 2012 às 12:55 pm

    quais são os outros livros do diarios de um vampiro??


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Melissa Rocha

Jornalista apaixonada por cachorros e literatura, principalmente o gênero infanto-juvenil. Torcedora (e sofredora) do Palmeiras e Bahia. Fã de Drew Barrymore, Dakota Fanning, Anthony Kiedis e Red Hot Chili Peppers, All Star e Havaianas.

Blog Stats

  • 1,461,833 hits

No Twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
abril 2010
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Páginas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 76 outros seguidores

Mais Avaliados


%d blogueiros gostam disto: