03
dez
09

As Crônicas de Spiderwick – A Árvore de Ferro

“A Árvore de Ferro” é o quarto livro da série “As Crônicas de Spiderwick”. As coisas andavam misteriosas, calmas e tranquilas, já que havia semanas que não acontecia nenhuma confusão com os seres fantásticos. E até mesmo Tibério andava quieto.

A família Grace estava no carro indo para o colégio em que eles estudavam pois Mallory teria a sua primeira competição de esgrima na nova escola. Este é um momento divertido e descontraído entre a família. Pois os gêmeos tiram sarro da irmã por ela estar usando sutiã. Até mesmo Helen, a mãe das crianças resolve colaborar para deixar a filha envergonhada e sem graça ao perguntar a ela quem era o garoto com quem Mallory estava conversando depois da aula. O que foi o suficiente para os irmãos encherem o saco da irmã dizendo que ela estava aos beijos com Chris, o líder do time de esgrima.

As competições estavam acontecendo e quando Mallory se preparava para a sua segunda luta, na arquibancada Jared nota que havia uma garota mexendo nas coisas da sua irmã. Ele fica curioso e furioso por alguém estar futucando nas coisas de Mallory, afinal ela podia estar tentando sabotá-la e todo mundo parecia não estar notando nada de estranho. Ele levantou e foi conferir, mas foi barrado pelo técnico. Jared alega que havia uma garota mexendo nas coisas de sua irmã, mas quando o treinador virou para conferir, não havia ninguém.

Confuso e envergonhado ele decide voltar para a arquibancada, mas mudou de ideia e resolveu ir ao banheiro. No momento em que se virou viu a figura de seu irmão mexendo nas coisas de Mallory, mas ele viu Simon sentado na arquibancada, o que significava que não podia ser ele a mexer nas coisas da irmã. Quando chegou ao corredor da escola deparou-se com um garoto igual a ele, para seu grande susto. Imediatamente o garoto perguntou quem era o falso Jared e o que ele queria, então quase que por reflexo pegou um canivete que tinha no bolso e segurou firme, pois sabia que os seres mágicos não gostavam o metal. Porém, para falta de sorte do menino, a vice-diretora passava pelo corredor bem naquele momento e entendeu de forma errada toda a situação. Correu em direção a Jared e lhe tomou o canivete que caiu no chão, enquanto o falso Jared saia correndo, soluçando de um jeito que parecia uma gargalhada.

Jared acabou sendo levado para a sala da diretora, juntamente com a sua mãe e o irmão gêmeo. Quando Helen saiu da sala parecia exausta e não quis conversar com o filho sobre o que tinha acabado de acontecer. Pede que ele e Simon chamem a irmã, pois ela só queria ir para casa. Os meninos a obedecem e saem para procurar Mallory, mas não a encontram em lugar nenhum. Perguntam para as pessoas que estavam presentes na competição de esgrima e ninguém a vira. Uma garota comentou que a viu no banheiro chorando. Os irmãos acharam aquilo bem estranho e procuram por ela onde a garota havia indicado, também não a encontrando. E concluíram que não deveria ter sido a Mallory verdadeira e foram procurar ela fora da escola. Mas acharam apenas a medalha de campeã da competição de esgrima da garota e uma pedra onde estava escrita a palavra: “troca”.

Decidem voltar para a escola para ver se a menina não havia aparecido e estava ao lado da mãe. Mas na verdade encontraram Helen sozinha, de costas para eles, falando ao celular com o pai deles. Helen dizia a Richard que Simon e Mallory protegem Jared e que ela sabia que eles estavam escondendo algo dela, pois sempre que ela aparecia em um cômodo da casa em que eles estavam, eles mudavam de assuntou ou se calavam. Então começa a chorar e diz que Jared talvez tivesse que passar um tempo com ele. O garoto, ao ouvir isso, sentiu um vazio.

Os Grace quando estavam indo para a escola, no caminho notaram uma mina antiga onde diziam que os anões trabalharam. Como não ficava muito longe da escola, eles decidem ir até a antiga mina para verificar se Mallory poderia estar lá. Levaram um livro de matemática avançada e enrolaram em um pano para fingir que era o Guia, já que acreditam que a irmã foi seqüestrada e precisaram utilizar o Guia como manobra de troca.

Ao chegarem na mina, começam a descer e encontram um enigma. Desvendam o mistério e caem em uma rede de metal. Em seguida notaram a presença de anões e eles anunciaram que os meninos eram prisioneiros. Jared anuncia que eles foram procurar a irmã deles e os anões informam que Korting, o rei dos anões, avisou a eles que os meninos iriam e ele estava muito ansioso para conhecê-los. Os gêmeos sabiam que os anões gostavam de trabalhar com anões e, com isso, o canivete que eles tinham como arma, não serviriam para que eles pudessem se defender.

Korting, ao verem os meninos, comenta que Mulgarath havia dito a ele que os meninos apareceriam. Mas os meninos só queriam saber onde estava Mallory. O rei dos anões ordena que os seus súditos levasse a menina até aos irmãos.

Mallory estava dentro de uma caixa que parecia um caixão. Os meninos ficam desesperados e queriam saber o que eles fizeram com a menina. Os anões explicam que enquanto ela viver dentro da caixa, seria sempre jovem, bela. E foram da caixa ela envelheceria, se deterioraria e acabaria morrendo, como todos os mortais. Korting anuncia que em breve Mulgarath dominaria o mundo e, os anões, como leais servos, estariam ao lado dele.

Os gêmeos propõe trocar Mallory pelo Guia de Campo de Arthur Spiderwick. Os anões aceitam, mas nem olham o livro e acabam enganando as crianças, dizendo que prometeram trocar a irmã deles pelo livro, não deixar eles em liberdade e aprisionam os três. Os gêmeos conseguem enganar um dos anões e fogem, acordam Mallory e ao serem perseguidos e encontrados pelos cachorros mecânicos, pensaram que estaria tudo acabado para eles. Mas Simon que sempre teve afinidade com os animais, brinca com os cachorros mecânicos jogando pedras para eles buscarem.

Quando saíram da mina, viram, de longe, uma pessoa sendo levada pelos goblins, mas não conseguiram ver quem era porque estava com um capuz. Junto com os goblins estava Mulgarath. O rei dos anões estava com outros da sua mesma espécie e entregou para o ogro o falso livro de Spiderwick. Mulgarath ao ver o livro falso anuncia ao anão que ele fora enganado, então os goblins atacaram os anões e os garotos foram embora ouvindo os gritos dos que estavam sendo atacados.

No caminho de casa, Mallory diz que eles precisavam contar para a mãe o que estava havendo, mesmo Jared dizendo que ela não iria acreditar. Assim termina o quarto e penúltimo livro da série. O que será que vai acontecer? Afinal Mulgarath anunciou para o rei dos anões que ele tinha o Guia.

Anúncios

1 Response to “As Crônicas de Spiderwick – A Árvore de Ferro”


  1. 1 lara
    novembro 21, 2010 às 6:58 pm

    adooro o livroo muito


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Melissa Rocha

Jornalista apaixonada por cachorros e literatura, principalmente o gênero infanto-juvenil. Torcedora (e sofredora) do Palmeiras e Bahia. Fã de Drew Barrymore, Dakota Fanning, Anthony Kiedis e Red Hot Chili Peppers, All Star e Havaianas.

Blog Stats

  • 1,461,833 hits

No Twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
dezembro 2009
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Páginas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 76 outros seguidores

Mais Avaliados


%d blogueiros gostam disto: