23
out
09

Maurice Druon

maurice_druon

O escritor Maurice Druon nasceu em 23 de abril de 1918 em Paris e morreu em 14 de abril de 2009 também em Paris, na França. De origem russa, tinha entre seus antepassados, um bisavô brasileiro, Odorico Mendes (1799-1864), escritor e jornalista que ficou conhecido por traduzir Homero e Virgilio.

Passou a infância na Normandia e cursou os segundo grau no Liceu Michelet. Estudante de Ciências Política, iniciou-se no mundo da escrita aos 18 anos, quando publicou suas idéias em revistas e jornais literários.

Conheceu de perto os horrores da guerra, pois combateu no interior da França durante a Segunda Guerra Mundial (1941). Após ingressar nas forças da Resistência, deixou a França em 1942 e clandestinamente, atravessou a Espanha e Portugal para ingressar nas fileiras dos serviços de informações da chamada “França Livre”, em Londres, trabalhando com De Gaulle.

Após se distanciar do universo militar, entrega-se ao mundo da literatura e a partir de 1946 consagra-se como escritor e em 1948 recebe o primeiro prêmio de reconhecimento, o Prêmio Goncourt, pelas novelas “As Grandes Famílias”, além de ter recebido outros prêmios por esse conjunto de obras.

Entre os anos de 1950 e 1960, ele criou a série “Os Reis Malditos”, que foi traduzida para vários idiomas. Ficou mundialmente conhecido pelo seu único livro infanto-juvenil, “O Menino do Dedo Verde” (cujo título original é “Tistou les pouces verts”) publicado em 1957. No Brasil foi traduzido por Dom Marcos Barbosa.

Em 8 de dezembro de 1966 foi eleito para a cadeira 30 na Academia Francesa de Letras. Tornou-se Secretário Perpétuo da instituição a partir de 1985 e renunciou 14 anos depois, em 1999.

Concomitantemente exerceu funções na política, sendo nomeado em 1973 Ministro da Cultura francês. Pouco tempo depois de assumir o cargo, declarou não ter intenções de entregar verbas do governo a “subversivos, pornógrafos ou intelectuais terroristas”. Sendo considerado pelos artistas, escritores e políticos como um ditador intelectual. Ocupou outro ministério entre 1973 e 1974 como Ministro dos Negócios Culturais. Ainda na política foi deputado por Paris entre 1978 a 1981.

Em abril deste ano morreu Maurice Druon, uma personalidade extremamente importante para a história da França e da literatura mundial.

As suas principais obras são:

A série “Os Reis Malditos”

“As Grandes Famílias”

“O Menino do Dedo do Verde”

Anúncios

1 Response to “Maurice Druon”


  1. 1 Lara Mozer
    março 20, 2012 às 1:49 pm

    Adorei isso! Muito boa descrição, me ajudou pra caramba tá?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Melissa Rocha

Jornalista apaixonada por cachorros e literatura, principalmente o gênero infanto-juvenil. Torcedora (e sofredora) do Palmeiras e Bahia. Fã de Drew Barrymore, Dakota Fanning, Anthony Kiedis e Red Hot Chili Peppers, All Star e Havaianas.

Blog Stats

  • 1,465,560 hits

No Twitter

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
outubro 2009
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Páginas

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 76 outros seguidores

Mais Avaliados


%d blogueiros gostam disto: